Lingerie por Chico Garcia

Lingerie por Chico Garcia

with Nenhum Comentário

Se as mulheres soubessem o poder que tem uma lingerie. Ela é o uniforme da sensualidade, peça íntima que deve ser exposta, capaz de seduzir mais do que a própria nudez feminina. As mulheres deveriam abusar do uso de Lingeries e, com isso, abusar da sensatez masculina.

Não importa se ela for de duas peças, ou vir acompanhada de espartilhos destacando as pernas e um corpete valorizando os seios. Uma lingerie adequada é como uma isca para alcançar a presa, um convite à felicidade, um contorno colorido para a beleza da mulher.

Ao contrário do que as mulheres pensam, não há restrições de cores e formatos. O homem está mais preocupado com o conteúdo, do que com a embalagem, mas apesar disso, a forma de uma lingerie interessa e muito. Se for de renda, fio dental e com um bojo interessante no sutiã, o homem permitir-se-á até mesmo fechar os olhos para ser feliz.

Uma lingerie branca, independentemente da tonalidade da pele, pressupõe uma inocência desafiadora, um símbolo angelical que contrasta com o calor da pele. O preto realça a tez clara, revela toda a segurança dela. O vermelho combina com os lábios e só é recomendável caso a mulher tenha uma intenção bem definida.

O bege, considerado impensável, é linear, sem vida e não atrai tão somente pela cor, mas é bom que as mulheres saibam que a vontade não diminui. Isso é mito. A paixão supera qualquer ausência de brilho na vestimenta.

Uma lingerie lilás, roxa, laranja ou amarela, são sempre bem vindas, especialmente aquelas peças feitas para ficarem à mostra, por baixo de uma camisa, ou de uma blusa transparente. Um adereço sensual, porém permitido não ser tão íntimo dependendo da situação.

Lingeries transformam, encantam e seduzem. No dia-a-dia, ou em momentos especiais, não existe nada mais sexy do que uma lingerie escolhida com carinho por quem a gente gosta.

 

Vista-se de felicidade e não esqueça da sua Lingerie.

 

 

 

Artigo por Chico Garcia. Conheça mais de sua obra em http://chicogarcia.blogspot.com.br/

 

Deixe uma resposta